Jornada da Reconciliação

Jornada da Reconciliação

Em meio à correria do dia a dia, uma rotina atribulada e a dedicação intensa aos afazeres e às pessoas que amamos, acabamos nos afastando cada vez mais daquilo que é o mais fundamental: a nossa essência!
Pensando nisso, eu desenvolvi a Jornada da Reconciliação, uma série de aulas online, ao vivo e gratuitas, nas quais receberei convidadas muito especiais para falarmos sobre como fazer as pazes consigo, se acolher e se reconectar com você mesma.
E para que você possa desfrutar ao máximo desta jornada, eu preparei um material especial, igualmente gratuito, que você pode receber acessando ao link da bio.
Te espero para desfrutarmos dessas duas semanas de bons papos e muito acolhimento e amor. Vem comigo?

Comunidade de Amor

Comunidade de Amor

Estou aqui a refletir sobre a noção de comunidade. Lição de casa de um dos ecourse que estou fazendo com a comunidade monástica da monja beneditina Joan Chittister. Eu não sei se vocês sabem, mas, após participar das atividades da Wccm, Comunidade Mundial para a Meditação Cristã, em 2019 durante o retiro de silêncio anual, dirigido pelo monge beneditino Laurence Freeman, aceite o chamado para trilhar a jornada da vida contemplativa. Viver num mosteiro sem paredes. Viver numa Comunidade de Amor. Viver num Mosteiro do Coração.

Desde então eu iniciei uma jornada espiritual, completamente, inusitada. Um caminho que vem sendo há muito tempo pavimentado por experiências com o Sagrado, por exemplo, ser nascida em um lar cristão, e aos 20 anos ter feito minha profissão de fé na Igreja Metodista e prática contemplativa vivida desde 2004. Não poderia jamais imaginar que uma prática diária de meditar duas vezes, poderia transformar o meu viver tão insolitamente. E expandir minha noção de Sagrado e percebe-lo bem no centro da minha vida cotidiana e no meu relacionamentos com as pessoas.

Comunidade. Você deve deve ter notado que meu vocabulário tem mencionado frequentemente algumas palavras: esperança criativa, humildade, hospitalidade, comunidade, etc. Elas são partes dos estudos que tenho feito na Comunidade Mundial da Meditação Cristã – Wccm. Confesso que estou muito animada com essa possibilidade de perceber outros universos que essas palavras contém.

Hoje se fala muito em comunidade, o senso de pertencer é utilizado como gatilho mental na venda dos produtos. Pois, sabem que as pessoas tem uma necessidade vital de pertencer a algo ou a alguém. A pergunta que se faz é se você tem consciência disso? Algumas pesquisas tem mostrado que 95% das nossas ações são motivadas pelo inconsciente! Então, é bom prestar atenção e saber qual é a noção de comunidade que permeia suas memórias inconscientes? É bom também reconhecer quais comunidades você pertence ou gostaria de pertencer? O quanto que você está implicado na sua comunidade e o quanto sua comunidade está implicado em você? Se você pudesse criar uma comunidade, como ela seria? Quem seriam as pessoas? Quais seriam os seus valores? Como seria o relacionamento entre elas? O que fariam juntos?

A monja beneditina Joan Chittister reflete que: Comunidade significa que estamos nisso juntos. Não tem a ver com local, nem com distância. Mas, como servimos e como somos servidos, trata-se de reciprocidade. O que é central é que estamos juntos, e nós usamos nossos produtos por algo maior do que nós,
que “não armazenamos grãos em celeiros”, como dizem as escrituras, para somente nossa própria segurança, mas usamos os lucros do nosso trabalho para o bem dos outros também.”
Como reverberam em você essas palavras de Anthony DeMello:
“Sem um senso de cuidado não pode haver senso de comunidade.”

Que cada dia façamos um ato de carinho, de gentileza, que amplie a nossa Comunidade de Amor.

#comunidade #joanchittister #wccm #meditaçãocristã #laurencefreeman #johnmain #potlacheditora #processoscriativos

Humildade vamos conversar sobre isso?

Humildade vamos conversar sobre isso?

A humildade nos leva:
1. Reconhecer que Deus é Deus.
2. Saber que a vontade de Deus é melhor para nós.
3. Estar disposta a receber orientação.
4. Resistir e não se cansar.
5. Reconhecer as falhas.
6. Se contentar com menos do que o melhor.
7. Deixar de lado a criação de imagens.
8. Aprender com a comunidade.
9. Ouvir os outros.
10. Abandonar o desejo de ridicularizar.
11. Falar gentilmente.
12. Ser simples; Ser sereno.

Olá. Boas vindas para você que escolhe este tempo para cultivar um coração compreensivo, pensar com discernimento e cultivar a paz interior. Sou Ida Mara, escritora, dançarina e praticante da meditação cristã. Você está ouvindo mais um episódio do programa mude sua história e vivencie o poder da sua alegria. Saiba mais acessando o site www.idamarafreire.com.br

A pergunta de hoje é:
Você se considera uma pessoa humilde?

Todo início de ano gosto de escolher uma palavra para me inspirar durante o ano.
O ano passado foi Esperança, você imagina como ela foi importante para mim atravessar o desafiante 2020.
Esse ano escolhi a palavra humildade, por que ao estudar a Regra de Bento de Nursia, um texto de sabedoria, me deparei várias vezes com a palavra humildade com uma aplicação bem diferente das que eu conheço. Percebi que eu precisava ampliar o universo da palavra humildade. Então a minha proposição é oferecer uma série compostas de 12 episódios sobre o tema da humildade. Espero que você aprecie e vou gostar muito de receber seus comentários sobre esse tema. Então, para o ano de 2021 convido você para explorar junto comigo a noção da humildade.

Pois, como recentemente descobri num retiro que participei com o Mosteiro do Coração grupo coordenado pela comunidade da Joan Chittister.

“Tudo o que é humano começa com humildade”.
“Estamos entrando em um novo ano, cheio de novos desafios e novas possibilidades para nossa comunidade global. Joan Chittister escreve que os passos de humildade proposto por Bento de Nursia são “12 passos para a liberdade interior” e nos levam a “uma espiritualidade de relacionamentos corretos”. Em suma, a humildade é a bússola que nos fundamenta em um amor mais profundo e em uma compaixão mais ampla. Essa compreensão da humildade é exatamente o que precisamos para o trabalho interno e externo que temos pela frente em 2021.”
Mas, como você sabe, também tenho interesse de oferecer uma reflexão que promova também, seu equilíbrio físico, mental e espiritual. Então, no próximo episódio, vamos refletir sobre a importância da humildade no nosso crescimento pessoal, trazendo a perspectiva psicológica da humildade. Então, na última quinta do mês, haverá um episódio para você se inspirar e mudar a sua história.

Nesse episódio estou introduzindo o tema da conversa. E gostaria que você colocasse em prática os exercícios de escrita criativa. E assim possa acompanhar o seu o impacto que a humildade tem em sua vida. Já que ela é realmente um conceito chave para trazer harmonia em nossos relacionamentos.

Mas, como você sabe, também tenho interesse de oferecer uma reflexão que promova também, seu equilíbrio físico, mental e espiritual. Então, no próximo episódio, vamos refletir sobre a importância da humildade no nosso crescimento pessoal, trazendo a perspectiva psicológica da humildade. Então, na última quinta do mês, haverá um episódio para você se inspirar e mudar a sua história.

Exercício de Escrita Criativa:

O primeiro exercício de escrita criativa é sobre a escolha de uma palavra para o seu ano. Se você quiser me dizer sua palavra, pode ser por email idamara@idamarafreire.com.br ou no inbox das redes sociais.
Tente pensar em uma única palavra para ajudar a inspirar suas atitudes e relacionamentos em 2021. Esta palavra pode se relacionar à sua vida pessoal ou profissional, mas certifique-se de que ela pode definir o tom e ajudar a definir suas intenções para o novo ano. Considere palavras como responsabilidade, crescimento, humildade, e outras mais que possam ajudar a sua luz interior brilhar.

O segundo exercício é seu registro corporal

Atente-se para o seu corpo. Feche os olhos. E pronuncie a palavra humildade. Repita três vezes. Perceba qual é a parte do seu corpo que é mobilizada com a palavra humildade. Qual seria uma postura corporal que você relaciona com a humildade.

Vamos Meditar:

O que aprendo com os lírios dos campos
é um espírito manso e simples,
uma beleza natural
e como descansar com confiança
nos braços de Deus.

Mary Lou Kownacki

Aprecio esse tempo que você reserva para meditar, refletir, respirar, ouvir o seu coração e dar um novo passo para mudar a sua história. Agradeço por seus comentários e por compartilhar esse episódio para uma pessoa amiga. Entre em contato pelas redes sociais ou pelo e-mail idamara@idamarafreire.com.br

Abraços com alegria até o próximo episódio.