Escrever para quê?

Escrever para quê?

“Apaixonado pelo silêncio, o poeta não tem outro recurso senão falar.” Octavio Paz

Se você já participou de alguma oficina comigo,  sabe que eu escrevo diários desde meus treze anos de idade, são muitos os cadernos que registram minhas memórias corporais, sensoriais e afetivas. Provavelmente, você pode estar se perguntando: Para que servem  esses registros?

Vou  te responder destacando três ações que tenho apreendido dos meus diários.

1) Os registros em meus diários servem para Criar.  Quando  estou passando por um momento difícil, pergunto-me: Já passei por uma fase parecida como essa? Como  lidei com esse problema? Então,  eu leio o diário desse período com atenção. Reflito. Em seguida, tento agir de uma maneira diferente e  criativa. Escrevo e danço com as palavras.

2) Os registros de minhas memórias  servem para Espelhar.  Pois os registros também espelham meus padrões mentais. Percebo na escrita as palavras que se repetem, os verbos mais utilizados, as partes do corpo mais citadas ou ausentes nas descrições. Diante  do espelho dos pensamentos transcritos na folha de papel ganho discernimento para equilibrar minha mente.

3) Os registros escritos servem para Perdoar. Quando escrevo ponho tudo no papel, sem censura. Escrevo, escrevo às vezes sem parar. Expresso tudo que sinto, seja o que for. Afetos e desafetos. Nessa escrita que,  às vezes, é um grito de alegria, um choro,  uma dor profunda, um silêncio,  uma raiva contida, tudo se torna uma esperança bem-vinda  onde abro espaço para perdoar,  transformar o medo e ousar também me amar.

O e-book Diário Corpografias ensina você passo a passo a registrar criativamente  vários aspectos  da sua experiência de vida.  Com isso você irá exercitar a sua criatividade, ter mais consciência do seu processo mental, e inspiração para cultivar a  paz interior.  Quando somos criativos conseguimos ter mais liberdade de expressão.  O  conhecimento do nosso processo mental descortinado na escrita, favorece a escolha de  viver em um nível mais consciente, e deixarmos de ser levados por ações inconscientes. A experiência dupla do perdão, perdoar os outros e perdoar a nós mesmos é um passo fundante da paz interior.  O e-book Diário Corpografias têm como proposta despertar a sua sensibilidade, celebrar a sua experiência de viver e abrir seu coração para ser uma pessoa que  ama e é amada.

Para  inspirar você fazer os exercícios estou criando um grupo fechado para acompanhar a realização das atividades do diário e propiciar a troca entre  as pessoas participantes.  Será muito bom apreciar de perto seu processo criativo.

Se você já adquiriu e já baixou seu e-book “Diário Corpografias”  cadastre-se e participe do grupo:  https://www.facebook.com/groups/344250886278201/

Apresente-se e divirta-se!

Caso você ainda não adquiriu o e-book “Diário Corpográfias” aqui está o link para você fazer isso agora: https://go.hotmart.com/H13906907L 

Aproveite o desconto que acaba dia 01/12/2019.

Se você tiver em sua mente e  no seu coração alguém que poderia se beneficiar com esse email, por gentileza, compartilhe.

Enquanto isso contemple as palavras de Rupi Kaur:

“no dia em que você tiver tudo

espero que ainda tenha

memória  de quando não  tinha”

Abraços com Alegria,

Ida Mara

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.